Aguarde...

{{var product.name}}

Adicionado ao carrinho com sucesso

Finalizar Pedido

Ir para o carrinho
Continuar comprando
Continuar comprando
Ir para o carrinho

Carrinho de Compras


Filtros

Caviar


Filtros

País
Preço

CAVIAR

Caviar

É uma iguaria muito famosa e não tão comum de se encontrar, devido ao alto preço. O caviar é a ova do peixe, encontrada dentro de seu ventre. Por muito tempo, só era considerado caviar as ovas de peixes selvagens, como o esturjão. Hoje, muitos países já aceitam a iguaria vinda de ovas de peixes mais simples, como o salmão, a tainha e outros.

Para ele ser considerado de qualidade, ele precisa atender alguns pré-requisitos, como uniformidade, tamanho, cor, firmeza, sabor, odor, brilho e consistência. Após todas essas características aprovadas, pode-se adicionar sal e ácido bórico em sua composição. E assim, é feito o caviar como o conhecemos.

O Beluga é o mais tradicional (e também um dos mais caros). Ele é proveniente de esturjões selvagens, encontrados no mar Cáspio. O caviar Beluga possui pequenas bolinhas negras, bem redondinhas e brilhantes.

Outra variação é o caviar vermelho. Mas alguns especialistas, que apenas consideram caviar o negro, chamam este tipo de ovas.

 

Benefícios:

Rico em vitamina A, ele é um poderoso antioxidante e ajuda a cuida da saúde dos olhos e a prevenir doenças como câncer. Ele também é uma ótima fonte de potássio, que é eficaz na redução da pressão arterial. O mineral também pode evitar o desenvolvimento de pedras nos rins e melhorar o transporte de oxigênio até o cérebro.

O Caviar é uma rica fonte de ômega-3, que ajuda a prevenir doenças cardíacas, derrames e hipertensão. A vitamina D, também em abundância no caviar, ajuda o corpo a metabolizar certos minerais, como fósforo e cálcio e a melhorar a imunidade.

Viu? Não faltam motivos para você incluir o caviar na sua dieta!

 

Indicação de consumo:

Se você ficou curioso em como preparar o caviar, veja as dicas dos maiores mercados consumidores e produtores desta delícia!

Os russos são maiores produtores de caviar. E foram eles que criaram o jeito clássico de consumi-lo: em pequenos sanduíches com pão branco e manteiga. Outra maneira, principalmente para o Ano Novo, são ovos recheados com caviar. Mas você também pode servi-lo com panquecas, como aperitivo para a vodka bem fria, ou usá-lo para incrementar saladas e decorar um prato quente.

Já os franceses (um dos mercados que mais consomem caviar), preferem harmonizar a iguaria com champagne. Mas especialistas garantem que essa combinação altera o sabor das ovas.

O caviar fresco precisa ser sempre refrigerado até ser servido, por isso costuma-se servi-lo em um recipiente com gelo picado. Ainda fechado, ele permanece fresco por até quatro semanas. Após aberto, deve ser consumido em três dias. E ele não deve ser colocado no freezer, pois isso causa a quebra prematura da pele das ovas.

Uma dica na hora de servir é nunca usar talher de prata. O material, em contato com o caviar, pode provocar uma oxidação das ovas.