Aguarde...

{{var product.name}}

Adicionado ao carrinho com sucesso

Finalizar Pedido

Ir para o carrinho
Continuar comprando
Continuar comprando
Ir para o carrinho
Banca do Ramon BlackWeek - Toda a loja com até 50% off

Carrinho de Compras


Filtros

Champagne


Filtros

País
Tamanho da Garrafa
Tipo de Vinho
Preço

CHAMPAGNE

Champagne

O champagne (ou champanhe, em português) é um vinho branco espumante produzido na região de Champagne, no nordeste da França. Apenas os vinhos produzidos nesta região podem levar este nome. E para isso, eles devem ser feitos com as uvas Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay.

Para receber essa nominação, a bebida deve ser produzida na região administrativa de Champagne-Ardenne e deve ser feita com uvas Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay – cultivadas dentro desta região delimitada, respeitando rigorosos métodos de produção.

Mas no Brasil, mais precisamente na serra gaúcha, a vinícola Peterlongo conseguiu, nos anos 1970, autorização do Supremo Tribunal Federal para manter a denominação champanhe em seus rótulos. Isso porque sua bebida começou a ser produzida com o processo exigido antes da regulamentação de 1927. Devido a isto, a vinícola Peterlongo obteve direito de uso da nomeclatura em seus produtos de acordo com a lei 78.835, após um processo movido por uma empresa francesa.

Sendo assim, entende-se que todo champagne é um espumante, mas nem todo espumante é um chamapgne (apenas os da região francesa e os da vinícola Perterlongo).

O preço do champagne começa na cada dos R$ 250 e pode ultrapassar o valor de R$ 10 mil. Dependendo muito da marca e da safra da uva. No Brasil, marcas como Veuve Clicquot, Cattier e Taittinger são marcas consagradas na produção da bebida, garantia certa de apreciação e bom preço. Se você prefere investir alto, um Laurent-Pierrer é uma boa pedida.

 

Tipos de champagne:

Os champagnes mais consumidos são o brut e o rosé. O primeiro é mais seco (menos de 15 gramas de açúcar residual por litro). Já o segundo é mais suave, com maior intensidade no paladar, mais corpo, acidez e taninos mais acentuados.

 

Como consumir:

Mantenha a garrafa sempre em temperatura constante, entre 10ºC e 20ºC. Não as exponha à luz, trepidações e odores fortes e garanta que o local seja ventilado, para evitar a formação de mofo.

Na hora de servir, a temperatura ideal fica entre 6ºC e 8ºC. Os experts do assunto garantem que 4 horas são o suficiente para deixar a bebida no ponto certo. Mas eles alertam: evite o freezer! Sirva em taças do tipo flute, que têm corpo longo, apropriadas para a bebida.

 

Curiosidades:

O nome champagne é uma rigorosa Dominação de Origem Controlada – AOC – francesa, instaurada em 1927. Seus métodos de produção estão sob constante vigilância. O controle é tão rigoroso que, em 1998, a Comuna de Champagne, um povoado suíço, com cerca de 660 habitantes, teve que deixar de mencionar o nome Champagne nos vinhos (não espumantes) produzidos em seu território.

Por este mesmo motivo, a marca  Yves Saint-Laurent precisou mudar a nomeclatura de um lançamento que iria fazer. O perfume, que até então, se chamaria Champagne, foi lançado com o nome Yvresse.