Aguarde...

{{var product.name}}

Adicionado ao carrinho com sucesso

Finalizar Pedido

Ir para o carrinho
Continuar comprando
Continuar comprando
Ir para o carrinho

Carrinho de Compras

Hidromel Tradicional Milord (700ml)


Sobre o produto:

O termo usado no Brasil vem do grego através do latim mel e água: hydromeli. Precisamente o produto é um fermentado de mel e água, porém, muito mais que esta simples definição, o Hidromel foi apreciado por diversas civilizações ao longo dos milênios.


Hidromel Tradicional Milord (700ml)

de R$70,00
R$ 54,90

R$ 52,16 no boleto

Produto indisponível

Descrição

Origem: Nacional

 

Harmonização: Doces, queijos frescos, carnes vermelhas e brancas, massas e frutas

 

Descrição: O termo usado no Brasil vem do grego através do latim mel e água: hydromeli. Precisamente o produto é um fermentado de mel e água, porém, muito mais que esta simples definição, o Hidromel foi apreciado por diversas civilizações ao longo dos milênios.
A bebida é mais antiga que o vinho e a cerveja, e pode-se dizer que foi “o primeiro pedido da história”. Até mesmo na civilização Maia foi encontrado um fermentado semelhante. Alguns apontam sua origem na Pérsia e na Índia aproximadamente 8000 anos atrás.De fato a bebida era conhecida na mitologia nórdica como o poderoso “Néctar dos Deuses” e tem uma reputação quase mágica. Considerada afrodisíaca, foi consumida pelos povos nórdicos, germânicos, escandinavos, anglo-saxões e teve grande destaque na era medieval.
História do Hidromel

Na mitologia grega os deuses se alimentavam de néctar e ambrosia, eles compartilhavam esta maravilhosa bebida com os humanos em suas visitas à Terra, ela proporcionava imortalidade aos deuses. A Ambrosia é outro nome dado ao Hidromel, nos hinos religiosos hindus escritos por volta de 1.500 a.C também aparece como bebida ligada aos deuses.A bebida ganhou maior visibilidade na mitologia Nórdica, em diversos relatos os deuses a consumiam. Em uma passagem da mitologia, ao final da guerra entre Aesir e Vanir, os dois principais clãs de deuses, foi selada a paz quando os mesmos jogaram o próprio sangue em um recipiente, e para guardar o jarro criaram Kvasir, um deus sábio e de grande conhecimento. Kvasir foi assassinado no reino dos anões onde viajava no momento, ao seu sangue os anões misturaram cerveja, e a bebida que surgira foi batizada de “Néctar dos Deuses”, acreditava-se que ela agregava grande conhecimento àquele que a bebesse. Quando gigantes invadiram as moradas dos anões, Odin disfarçou-se de gigante, seduziu a guardiã e tomou a bebida para si, levando-a para Asgard. Na posse dos deuses nórdicos a bebida passou a ter propriedades proféticas.



 
Avalie este produto
Avaliação


Você também pode gostar